OFICINAS

As oficinas interativas são atividades práticas realizadas em ambientes preparados para que a experiência de ensino seja ainda mais proveitosa. Com uma metodologia ativa de aprendizagem, os alunos são sempre incentivados a trazer elementos do seu cotidiano e associações com outras áreas de ensino, tornando a prática ainda mais interdisciplinar e enriquecedora.

Identificação de Rochas

Indicação:
A partir do 6º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Geologia / Geografia e Geologia

Tópicos

  • Formação da Terra;
  • Rochas Magmáticas;
  • Rochas Metamórficas;
  • Rochas Sedimentares;
  • Ciclo das rochas;
  • Identificação de 9 rochas (mármore, diabásio, gnaisse, quartzito, varvito, granito, arenito, calcário e basalto).
Resumo

Dentro da caverna cenográfica, os alunos coletam rochas simulando uma escavação. Em seguida, compreendem o ciclo das rochas e identificam quais são as sedimentares, magmáticas e metamórficas.

Fobos: O foguete

(entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 5º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Astronáutica / Física, Geografia, Química, História e Ciências

Tópicos

  • 3ª Lei de Newton;
  • Programa espacial Brasileiro e internacional;
  • Procedimentos de segurança;
  • Propelentes;
  • Dinâmica de trabalho em equipe.

Resumo


Na base de lançamento, com casamata para proteger a equipe, os alunos realizam os procedimentos para o lançamento de um minifoguete. Divididos em equipes para ignição, segurança e resgate, os alunos aprendem conceitos relacionados a ciências Astronáutica, Física, Geografia e Astronomia.

Oficina de fósseis

(Desvendando Gaia)

Indicação:
A partir do 6º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Paleontologia e Geologia

Tópicos

  • Períodos geológicos;
  • Formação de fósseis;
  • Restos e vestígios;
  • Identificação de réplicas de fósseis de diferentes períodos geológicos.
Resumo

Num paredão com o perfil geológico do Estado de São Paulo no interior da Caverna, os alunos coletam réplicas de fósseis de diferentes períodos geológicos: são dentes, pegadas, esqueletos e outros vestígios e restos, os quais os alunos identificam e classificam em suas planilhas de paleontólogos.

Protetores do futuro

(Entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 5º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Ciências / Meio Ambiente e Geografia

Tópicos

  • Coleta seletiva;
  • Reciclagem e reuso de resíduos;
  • Tempo de decomposição;
  • Utilização de recursos atuais;
Resumo

Em uma estrutura com um latão gigante e janelas com cores da coleta seletiva, os alunos realizam uma gincana cujo objetivo é separar resíduos sólidos e descartá-los de maneira correta, incluindo pilhas e lixo eletrônico.

Mundos vivos

(Entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 5º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Astronomia / Ciências, Matemática e Geografia

Tópicos

  • Proporção e escala;
  • Posição dos planetas no Sistema Solar;
  • Características dos objetos do sistema solar.
Resumo

Durante uma gincana, cada aluno representa um dos astros do Sistema Solar, que se posiciona de acordo com uma determinada escala de distância. Neste processo, descobrem informações importantes sobre cada um deles.

Relógio solar

(Entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 5º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:
Astronomia / Geografia, Matemática, História e Ciências

Tópicos
  • Geometria básica;
  • Movimentos da Terra;
  • Movimento aparente do Sol;
  • Coordenadas geográficas.
Resumo

Cada aluno monta o seu próprio relógio solar horizontal e com matemática básica, compreende o movimento aparente do Sol, aprende a posicionar seu relógio e compara com o relógio solar analemático no jardim do CEU.

 

Conhecendo a estação meteorológica

(Entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 5º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:

Geografia / Meteorologia, Ciências e Física

 

Tópicos
  • Tempo e clima;
  • Variáveis do tempo;
  • Instrumentos meteorológicos;
  • Previsão do tempo;
  • Identificação de nuvens.
Resumo

Após uma abordagem dos conceitos de climatologia e meteorologia, os alunos coletam dados da Estação Meteorológica Automática do CEU e de maneira prática, entendem como é feita a previsão do tempo.

Caça às energias

(Tabuleiro)

Caça às energias

(Tabuleiro)

Indicação:
A partir do 6º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:

Ciências / Meio ambiente, física e geografia

Tópicos

  • Tipos de energia;
  • Matrizes energéticas;
  • Sustentabilidade;
  • Energia hidroelétrica, solar, nuclear, eólica e térmica;
  • Dinâmica de trabalho em equipe.
Resumo

Em grupo, os alunos analisam características de cidades fictícias e trabalham em um plano de gestão para ampliação e geração de energia. Neste processo, compreendem as variações de sua produção em usinas hidrelétricas, termoelétricas, termonucleares, eólicas e solares.

Caça às Energias

(Campo. Entre 9h e 16h)

Indicação:
A partir do 7º ano E.F.

Áreas/Disciplinas:

Ciências / Meio ambiente, física e geografia

Tópicos

  • Tipos de energia;
  • Transformação de energia;
  • Funcionamento de um gerador;
  • Energia elétrica;
  • Painel solar;
  • Energia solar, química, cinética e potencial.
Resumo

Caminhando pelo acampamento do Grupo Peraltas, os alunos observam com atenção os pontos de geração e captação de energia cinética, potencial, mecânica, percebendo a física e a matemática no ambiente ao seu redor.